0
Por favor log in ou registrar gosto de posts.

Bhut Jolokia, em alguns lugares também é conhecida como Naga Jolokia, algo assim como uma bomba nuclear das pimentas. Nada encontrado em estado natural pode superá-la na quantidade de capsaicina.

Existe uma escala de pimentas análoga a escala Richter e seus terremotos, é a escala Scoville, usada para medir o grau de “ardor” da pimenta. O nome é uma homenagem ao químico Wilbur Scoville que desenvolveu um método para medir a ardência da pimenta.

Mas voltando a Bhut Jolokia… acreditem ou não tem gente que tem a capacidade de provar esta bomba que ultrapassa o milhão na escala Scoville. Ah! uma coisa… beber água, só piora… e os problemas começam aos 5 minutos após a ingestão.

Se não fosse o bastante, há toda uma coleção de gente atrevida que ousa brincar com a Bhut Jolokia e, ao que parece, virou moda subir vídeos ao Youtube com os espasmos e sofrimentos que o pimentinha presenteia os “valentes”.

A indiana Anadita Dutta Tamuly garantiu sua entrada para o livro dos recordes ao comer, nada menos que 51 naga jolokia, uma variedade indiana de pimenta vermelha.

Para se ter uma idéia do quão poderosa é essa pimenta, basta dar uma olhada na escala Scoville, usada para medir o ardor das variedades de pimenta. Nossa respeitável malagueta, atinge entre 50.000 e 100.000 unidades Scoville e a lendária naga jolokia fica entre 855.000 e 1.000.000 de unidades, sendo reconhecida pelo Livro Guinness como a pimenta mais “quente” do mundo desde 2007.

 

Anadita consumiu 51 dessas no período de 2 minutos. Mesmo assim, ela lamentou, pois num evento local teria conseguido comer 60 pimentas.

Durante a comemoração, a mulher deixou o público ainda mais perplexo, ao esfregar 25 sementes da pimenta nos olhos por um minuto. :ahn:

O recorde anterior era de um sul-africano que em 2002 comeu 8 jalapeños (2.500~8.000 Scoville) em um minuto.

Você ja viu uma ninhada de escorpiões?
Todo gato tem medo de agua?

Reactions

0
0
0
0
0
0
Já reagiu para este post.

Eu curti

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *